Monográfico: O JOGO ABERTO

Jogo, estratégia musical e comunicação

O sábado dia 12 comeza o monográfico O JOGO ABERTO impartido por O Bitocas da Asociaçom Dorfeu de Águeda (Pt).

De 12 a 14 horas.
De 16 a 19 horas no CMTF.

Inscripçom:
conservatorifolque[a]bandua.com / tlfe. 627 934368

———————————————————————————–

O JOGO ABERTO
Jogo, estratégia musical e comunicação

Oficina de improvisação musical que utiliza o jogo como provocador lúdico de interacções comunicantes. Destinado a músicos, comunicadores, professores, educadores, animadores e curiosos, amadores ou profissionais.

O JOGO ABERTO basea-se numa experimentação curiosa que tem como ponto de partida a relação entre o jogo e a improvisação musical idealizei esta oficina que, como o jogo, tem utopias próprias; como a improvisação não se sabe onde vai ter; e como a música, harmoniza-nos com a vida.

Prezo: 30 ¤ (20 ¤ socios/as da As. CMTF)

Improvisar, sincronizar
o corpo com a alma,
divertimento musical
que encontra a agitação
e a calma.
Improvisar é questionar,
Procurar um sentido
Para a comunicação pelos sentidos.
Cantar, libertar um corpo,
instrumento sonoro,
transbordante de cognitivas
memorias emocionais.
Gestos e jogos,
modos e canções,
explosões no silêncio,
jornais nos jograis,
palavras soadas,
emoções transpiradas
e outras que tais.

    Conteúdos em desenvolvimento:

  • Consciencialização da realidade Sonora exterior ao individuo e suas interpretações.
  • Experimentar a intervenção Sonora de cada um, nos outros e no meio ambiente.
  • Conhecer melhor a realidade sonora interior (consciente e subconsciente) e suas infinitas interpretações (cognitivas e emocionais).
  • Averiguar o sentido da comunicação, a comunicação pelos sentidos e para lá deles.
  • Desenvolver apetências para questionar, tornar-se disponível e encontrar.
  • Ganhar disponibilidade para o autodidatismo e consequente autonomia pedagógica.
  • Consciencialização de que cada indivíduo é uma enciclopédia de saberes e emoções, assim como cada grupo de pessoas é uma biblioteca diversificada que merece ser partilhada.
  • Desenvolvimento de capacidades de expressão músico-vocal.
  • Utilização e desenvolvimento de jogos exercitando a socialização musical.
  • Utilização da voz como instrumento de acesso à fantasia individual e colectiva.
  • Utilização dos recursos disponiveis para maquetagem e realização de acontecimentos sonoros.

    *****

  • Consciência Sonora; corporal e simbólica.
  • O jogo e a música, das naturezas particulares à unificação.
    O jogo musical:

  • A música, assim como qualquer actividade criativa, alberga infinitas formas de observar e actuar no mundo como uma porta para o todo.
  • Conhecer o macro observando o micro
  • Incitar, penetrar, aderir, transformar, receber, alegrar, criar, acalmar, parar, etc…
  • Verdadeiros axiomas de todas as áreas do conhecimento, através dos quais tudo com tudo se relaciona.
  • Certo estou que a vida é um jogo, o jogo dos jogos, infinitos jogos comunicantes assistidos pelas suas regras e objectivos particulares.
  • Por quantas formas diferentes ou jogos tiveres para a música, tantas tens para o mundo.
    Alguns comentários de participantes:

  • “…uma nova arte que conheci mais perto numas longas noites de diversão”
  • “a arte é a transfiguração de sentimentos, filosofias e experiências com energia onde o artista é o fio condutor”
  • “os jogos são arte! A vida é um jogo! A arte da vida!”
  • “a improvisação do nada”
  • “os jogos são fornmas de nos libertarmos do nosso quotidiano, servem para nos libertar a mente”
  • “os jogos são uma maneira de sentir a música de uma forma diferente”.

______________
Asdo. O Bitocas.
www.dorfeu.com