colóquio galego-português em Tui

No próximo dia 3 de Dezembro, sexta-feira, realiza-se em Tui, na Galiza, um colóquio-debate público sobre a Gaita-de-fole, sob o tema “A Situação das Escolas de Música Tradicional na Galiza“.

Convidados estão representantes da Associação de Gaiteiros Galegos, Escolas de Música do Baixo Minho, Federação Galega de Bandas de Gaitas e Associação Gaita de Foles (Portugal).

Depois da tremenda popularidade que este instrumento gozou na Galiza a partir dos anos 70, é tempo de rever o processo de “ressurgimento”: quais as mudanças ao fim de quase 20 anos? Que erros foram cometidos? Que novas formas de tocar e ensinar a música popular foram trazidas? O que se perdeu? Vale a pena defender a especificidade e a diversidade da música popular? Vale a pena copiar acriticamente modelos importados? Quais as opções e os caminhos possíveis no futuro?

Este debate não se esgota na Galiza; agora que em Portugal se inicia lentamente a recuperação e também um certo “ressurgimento” dos modelos portugueses de gaita-de-fole e das suas músicas (à semelhança do que acontece em todo o contexto europeu, de resto) é tempo de aprender o que de bom e de mau se fez na Galiza – aprender com a experiência, mas também, com os erros.

A organização está a cargo da Escola de Música C.C. Sanfins de Rebordáns (Tui). O colóquio-debate terá início a partir das 20:30h (hora espanhola), seguindo-se um jantar, com as actuações informais dos músicos presentes a prolongar-se pela noite dentro.