Gaita-de-foles: Boletim 130

O Boletín da As. Gaita de Foles. Unha páxina da música popular en Portugal.
Associação Gaita-de-Foles Portuguese Bagpipe Society


Foto: Um grupo de tocadores de Bodega (Languedoc, França).
Cortesia J.L. Matte


Porto: Música “Folk” e Cordofones, na Casa da Música Galandum Galundaina
A Casa da Música, no Porto, vai receber nos dias 3 e 4 de Fevereiro, vários concertos de grupos de música “Folk” e um seminário sobre a construção de instrumentos de corda, pelo famoso luthier Domingos Capela. Assim, no dia 3, Sexta-feira, os Mandrágora e a Orquestrinha do Terror actuarão na sala 2, a partir das 23:00 horas.
No Sábado, a partir das 17:00, tem início.

o seminário com o luthier Capela; herdeiro directo da arte de seu pai, o internacionalmente reconhecido luthier Domingos Ferreira Capela, Joaquim Domingos Capela construiu o seu primeiro violino aos 9 anos de idade, tendo começado o trabalho de aprendiz na oficina de seu pai cerca de dois anos antes. Esta é uma oportunidade a não perder para todos os interessados na construção de instrumentos musicais. À noite, a partir das 23:00 horas, a Sala 1 recebe os grupos Galandum Galundaina e Frei-fado D’el Rei. A Casa da Música, inaugurada em 2005, recebe para além destes concertos, muitas outras actividades, relacionadas com todos os géneros musicais: da música clássica à electrónica, do jazz ao fado, da grande produção internacional ao pequeno projecto experimental.
Mais informações: www.casadamusica.com

Oficina: Metodologia de ensaio para consort de flautas
A Academia de Música Antiga de Lisboa vai promover uma Oficina de metodologia de ensaio para consort de flautas, dirigida por Pedro Sousa e Silva, nos dias 26 de Março, 8 e 22 de Abril, 20 de Maio e 10 de Junho.

A oficina destina-se a flautistas de nível médio e avançado, interessados em aprofundar os seus conhecimentos e experiência no âmbito da prática musical em consort de flautas. Os participantes podem-se inscrever nas 5 sessões ou em cada sessão individualmente. Para um melhor funcionamento do curso, será dada prioridade no preenchimento das vagas a participantes que se inscrevam nas 5 sessões.
Horário: Domingo, 26 Março : 10.00h – 13.00h; Sábado, 8 e 22 Abril : 15.00h – 18.00h; Sábado, 20 Maio: 15.00h – 18.00h; Sábado, 10 Junho:
15.00h – 18.00h. A data limite de inscrição é o dia 20 de Março – Preços: Curso completo: 60 euros; Cada sessão: 20 euros.

A Academia de Música Antiga de Lisboa está situada na Rua Abílio Lopes do Rego, 8, 1200-601 Lisboa.

Desenhar a Música: Exposição
De 26 de Janeiro a 26 de Março de 2006 está patente a exposição “Desenhar a Música” no Museu da Música, centrada na obra de José Garcês – um dos mais conceituados autores portugueses de banda desenhada. Esta exposição é constituída por 21 pranchas, medindo cada uma delas 80×50 cm e nas quais a arte se alia à pedagogia: tratam-se de pranchas desenhadas a tinta-da-china e coloridas, que recriam cenas tardo-medievais e do Renascimento, nas quais se vêem músicos a tocar vários instrumentos característicos da época – incluíndo gaitas-de-fole, trombetas, charamelas, órgãos, clavicórdios, alaúdes, sanfonas ou saltérios. Uma vez que estes desenhos têm como base esculturas e iluminuras da época, trata-se então de uma recriação interessante de um conjunto de instrumentos antigos sobre os quais existem muitas dúvidas, discussões e teorias. O Museu da Música situa-se na Rua João de Freitas Branco (estação de metropolitano do Alto dos Moinhos, em Lisboa.
Todas as informações, aqui.

Meninos Cantores – um património para o futuro
A candidatura recente da cultura Galego-Portuguesa a património imaterial da Humanidade, da UNESCO, gerou diversas iniciativas destinadas a apoiar essa candidatura, que envolveram várias instituições em Portugal e na Galiza. Uma dessas iniciativas envolveu escolas e crianças dos dois países: os Meninos Cantores. Agora, esse projecto está registado e disponível em Livro-Disco (Livro, CD e DVD).

Meninos Cantores é um trabalho com o património musical galego-português, abordado por crianças, jovens, professores, músicos e artistas galegos e portugueses. Trata-se dum processo de criação, recriação e abordagem da tradição musical levada às escolas e transmitida a partir das aulas de escolas portuguesas e galegas.

A partir duma escolha de temas, músicos das duas margens do Minho colaboraram nos arranjos e nas adaptações. O ponto mais alto deste trabalho devia ser um tema que pudesse ser interpretado por todos os participantes. A cantora galega Uxía Senlle encarregou-se de compor uma letra que sintetiza o espírito de Meninos Cantores: Mais Perto, tema que tem música de Segundo Grandío e que mostra os ecos da língua galego-portuguesa nas vozes dos meninos portugueses e galegos.

O Livro tem 98 páginas a cor com letras, textos, desenhos e fotografias, o CD tem 28 temas musicais, com pistas interactivas e o DVD contém um documentário de 60 minutos (“como se fez”), o documentário “Um Património para o Futuro” de 60 min., mais 17 vídeo-clips e karaoke.

Este projecto contou com as colaborações de Suso de Toro e Uxía Senlle e está disponível em galego-português, castelhano e inglês.
Mais informações

Luar na Lubre: Saudade – em Portugal
O grupo galego Luar na Lubre lançou um novo disco, “Saudade”, um disco de homenagem à diáspora galega, às saudades da terra e à emigração na América Latina, que ainda hoje marca fortemente a cultura Galega.

Luar na Lubre apresenta neste disco a sua grande novidade: a voz da sua nova vocalista, Sara Vidal, cantora portuguesa nascida na Nazaré e que tem acompanhado há muito o percurso do grupo. O repertório inclui poemas de Garcia Lorca em galego, dedicados à cidade de Buenos Aires, poemas de autores galegos exilados na emigração, pandeiradas dedicadas ao Che Guevara a partir da Venezuela, temas que falam de nostalgia, desterros e saudades. Este disco conta ainda com a participação de Pablo Milanês (Cuba), Lila Downs (México), Cida Airam (Brasil), Farruco Sesto (Venezuela) e Adriana Varela (Argentina). Treze temas, gravados na Corunha e misturados em Bruxelas, compostos a pensar na nostalgia, na saudade e na história próxima da diáspora galega e portuguesa. A edição do disco em Portugal está a cargo da Warner Music Portugal, estando disponível no mercado português desde o dia 30 de Janeiro de 2006. Mais informações: www.luarnalubre.com