Entramos nos salóns de baile

A aventura começa num salom de baile. Nom podia ser menos tratando-se de Marful, da sua música cheia de reminiscências dessa época em que os salons eram parte fundamental na vida social das vilas.

Mas nesta aventura, muitas mais cousas pressagiavam um autêntico relacionamento entre o espaço e as pessoas que iam recriá-lo para o disco. Pintada na parede da entrada estava esta frase “Baile de rua” en Sargadelos.

La Rua, assim é como se conhece a rua onde morou o Fernando Fuentes (desenhador do disco de Marful e socio de Germán Diaz no selo Producciones Efímeras) na sua vila, embora o nome oficial fosse outro. Apenas acaso?



Em palavras do desenhador do Fernando, ele descrevendo a chegada ao Salom:

“(…) surpreendeu-nos a maneira em que estava pintado, e estávamos falando perto da porta das curiosas cores do papel pintado, as riscas verticais cor-de-rosa e azuis… era umha sensaçom como de conto, estranha e divertida a vez, detida no tempo também…

Dei a volta distraído, olhando ao redor, vim detrás de mim, pendurado, inclinado na parede, um espelho desgastado polo tempo. Reflectia-se uma das lâmpadas do tecto: foto!

Quando vi a foto, dou-me conta de que a parede de enfrente parecia ter muitas mais riscas no reflexo: outra foto!

…nesse momento, lembro um ambiente parecido na minha vila, a muitos kilómeros de ali… -Medina de Rioseca, em Tierra de Campos-, vem-me à memória o meu avô Gabriel, e um sítio parecido que havia debaixo da casa, com sala de baile, bar sem porta na entrada, um balcom muito alto desses de pôr-se nas pontas dos pés -quando és um menino e quase também de maior-…

pergunto instintivamente:”… e neste sítio, que se bebia naquela época? sifom?”

Basta por hoje. O sifom é o grande protagonista desta aventura que vos estamos contando.

Este dabaixo é o Salom de Benito, situado na paroquia de Vilaronte, concelho de Foz e muito perto da casa donde nasceu Ugia Pedreira. Ela ia de nena jogar a este salom que leva fechado 50 anos.

Nele tocou a Orquestra Amor de Viveiro, orquestinas de Ferreira do Valadouro, os primeiros Satélites. As mozas deixavam as zocas nas enormes escadas de entrada e danzavam ao ritmo da música… quando nom podiam contratar músicos solucionavam o baile com discos de pedra que soavam nas vitrolas.

Este baile agora mesmo está em venda como sucede com muito patrimonio civil e terras marinhanas, um baile que agardando a especulación urbanística garda toda a solera duma época encantadora que inspirou o novo e primeiro disco de Marful.

…do www.clubedefansdemarful.blogspot.com